Banner Transmissão Ao Vivo

UFPA apresenta o Projeto Newton em missão de estudo do Mercosul

UFPA apresenta o Projeto Newton em missão de estudo do Mercosul

O Projeto Newton foi apresentado, no dia 10 de agosto, pelo professor Marcos Diniz  do Instituto de Ciências Exatas e Naturais da Universidade Federal do Pará, em missão de estudo promovida pelo Programa de Apoyo al Sector Educativo del Mercosur (PASEM) em Buenos Aires, Argentina, que teve como objetivo, discutir a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) no ensino e formação de professores em Matemática. Estiveram presentes docentes e gestores de educação básica e superior da Argentina, Paraguai, Uruguai e de outros estados brasileiros.

Segundo o professor, essas missões de estudo – chamadas de pasantias – têm como objetivo principal estimular e ampliar o intercâmbio de experiências, aprendizagens e práticas de formação docente no âmbito do Mercosul. “A experiência se mostrou extremamente rica, tanto pela possibilidade de apresentar a proposta inédita do Projeto Newton quanto pela absorção de como se dão as formações de professores nos países participantes e em que nível se encontra a utilização das TICs nesta formação e no ensino de matemática em nível básico”, complementa.

“Apesar de não ter sido direcionado diretamente à formação docente, o Projeto Newton agrega pesadamente o uso das TICs em formação de nível superior”, explica o professor Marcos, o primeiro a ministrar aulas no Newton. “Os participantes se mostraram impressionados com o alcance do Projeto Newton em termos de utilização das TICs, relatando desconhecer experimentos semelhantes em seus países”, acrescenta.

Projeto Newton – Voltado para o ensino de Cálculo para estudantes dos cursos de Engenharia da UFPA, o Projeto Newton adota, além das tradicionais aulas presenciais, salas de aula virtuais e plantões presenciais e online, onde os alunos podem tirar dúvidas e receber auxílio na resolução de exercícios. É uma iniciativa coordenada pelo professor José Miguel Martins Veloso, assessor de Educação a Distância (AEDi/UFPA), e pela professora Maria Ataide Malcher, coordenadora do Laboratório de Pesquisa e Experimentação em Multimídia da AEDi.